aviso

ironicamente neste espaço público existe o mais sórdido, o mais íntimo e o mais verdadeiro de mim e tudo quanto foi extraído

frequentemente usei palavras que não entendo, imitei escritores e escritas: forçadamente rebuscado ou forçadamente não-rebuscado

nunca encontrei verdade, mas ainda assim fui real: escrevi com a vontade dura e inegável do caroço do abacate

12/10/2010

Como Destruir Boas Lembranças

Não sei se tudo aquilo era mesmo felicidade ou apenas um misto de amargura com esperança.

4 comentários:

  1. Como reconstruir boas lembranças: receita

    - Separe os ingredientes. Pensando bem, eles já estão todos na sua memória. Esqueça!

    - Pegue a lembrança com que deseja trabalhar e a descasque, cuidadosamente, para revelar os "porquê e os "e se". Separe uns dos outros.

    - Salpique os "porquê com uma dose generosa de razão e misture. Ponha ã parte.

    - Os "e se", deixe-os ao sol para secar, de modo que todo resquício de mágoa seja extraído. Quando estiverem completamente íntegros, junte-os aos "porquê" e os misture, até que formem uma amálgama.

    - Pronta a massa, jogue-a fora: essa é uma receita impossível! Não tente fazer isso em casa.

    ResponderExcluir
  2. muito bom, muito bom... me lembra de tanta coisa

    ResponderExcluir
  3. já ouvi mto dizer q "eu era feliz e não sabia".. mas o problema está no ser humano, que não se contenta com a felicidade momentanea..quer sempre mais, quer sempre mudar.

    facto é, meu caro,que nada faz destruir boas lembranças...

    Ouvi uma música esses dias que falava mais ou menos assim: " Viver é sentir saudades das épocas de alegria / Luta pra manter próximo quem fez brotar esses dias"...

    acho que simplesmente a lembrança é isso... as boas lembranças é a vida que temos agora...

    ResponderExcluir
  4. Mas dá pra confundir tais sentimentos ? É, ach que da pra confundir tudo neste mundo de meu Deus ! rs Somos tão complicadinhos rs

    ResponderExcluir