28/10/2010

Diário de Óculos

Tudo anda muito embaçado. Óculos são uma farsa
mesmo de óculos não consigo entender o que as pessoas dizem
quero ver de verdade
(nem consigo mais rimar; malditos óculos)

Eu tiro os óculos no meio da rua só pra ver se te confundo com alguém.
assim engano minhas retinas por três segundos
e meio

Um óculos jogado no vão da cama, lençol amarrotado com dois tipos de suor. O amor não usa óculos.

Não
acredite
em
óculos.

3 comentários:

  1. Adorei td no blog, estou seguindo.
    Bjos!!!!

    ResponderExcluir
  2. Nem com uma luneta alcanço o espaço insondável de um certo coração ...o meu ! rs

    ResponderExcluir