aviso

ironicamente neste espaço público existe o mais sórdido, o mais íntimo e o mais verdadeiro de mim e tudo quanto foi extraído

frequentemente usei palavras que não entendo, imitei escritores e escritas: forçadamente rebuscado ou forçadamente não-rebuscado

nunca encontrei verdade, mas ainda assim fui real: escrevi com a vontade dura e inegável do caroço do abacate

12/05/2011

A Carne

Ouvi dizer por aí que a vida é boa
mas eles dizem muitas coisas
você sabe

Dizem também que o chão é frio demais
e de tanto cair a gente acaba
ficando frio também
e duro

Não levo essas poesias tão a sério
eu acredito na vida e
no chão que fica quente
com as batidas da nossa frágil
carne

Dizem que carne batida fica macia
Mas macio não é frágil
veja bem;
A carne é forte
A carne suporta o chão.

6 comentários:

  1. aaa se as tantas quedas que levamos nos chão nos tornasse frios... estaríamos congelados.
    eu tambem acredito na vida, por mais inconstante que ela seja. adorei o texto *-*

    ResponderExcluir
  2. O chão é o último refúgio da nossa carne...Mas não devemos nos manter muito tempo lá, é frio...Devemos ser de fato fortes e levantar, sempre !

    ResponderExcluir
  3. me lembrei daquela frase que os pais diziam quando éramos pequenos e queríamos andar de bicicleta: "pode cair! do chão não passa."
    de certa forma, o chão é nossa base. a cada passo temos certeza de que ele estará lá... então é insensato dizer que não acreditamos na vida.

    ResponderExcluir
  4. O chão também fica macio com as inúmeras batidas da carne, caro Çó, pense nisso.

    ResponderExcluir
  5. Fica frio e duro não. Acredita neles não. Eu sei. :D

    ResponderExcluir